neverletmego

amar clandestinamente, viver temporariamente.

não ser dono de si. sua alma? alvo de dúvidas – galerias.

e a proximidade de seu fim, tão recorrente.

o viver intensamente não é assim uma meta, não mesmo.

quando seu fim é planejado por sua própria espécie, seu intermédio é por ela manipulado, seu fim é, além de tudo, conveniente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s