apenas sonho

Mais uma vez lembro de meu refúgio e corro para ele.
Se estou cabisbaixa? estou.
Introspectiva? quase sempre, mas dessa fez não foi um momento epifânico que me fez constatar algo.
Talvez foi o BOOM de um processo que me obriga a mudar.
Cansei de ser utópica e somente utópica.
Aposto que uma dor real é menos aguda que um brusco rompimento fictício.
Ou uma grotesca frustração da até então utopia.
A perda de um sonho é muito muito pior que a percepção de um realidade, assim de repente.
Digo, prefiro choques de verdade a flashs destrutivos corrompendo meus sonhos.
Sonhar é coisa séria (a arte da contradição)
Sonhos serão sempre mais grandiosos, mágicos.
Ocupam quase todo o território cerebral, o meu pelo menos sim, rs.
Uma inimaginável perda.
Imaginação, sonhos – não posso pensar em perdê-los.
São inerentes ao meu eu mas … ultimamente têm me frustrado demais, justamente por serem maiores que a realidade.
Podem ser destruídos, apesar de.
Desde que o homem descobriu como, esta se tornou sua arte: a arte de acabar com os sonhos dos próximo.
Se você pensa em me roubar … bom, não sei como lidar.
Minha defesa é reconhecidamente inútil.
Apenas sonho, não protejo meus sonhos.
São felizes agora, me fazem mal depois.
Me recebem bem agora, me isolam fabulosamente depois.
não me deeeeeixem
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s