crônica sabor cafeína

minutos em um café bem frequentado em um dia frio típico de curitiba.
companhia: velhos fascistas
observação número um: além do maravilhoso cheiro de café – predomina o de velhos no inverno, não quero entrar em detalhes.
observação número dois: política política (que novidade)
observação número três: um senhor monopoliza as gazetas.
observação número quatro: alguém derruba café na blusa antes limpa
observação número cinco: 14:00
observação número seis: café saindo café chegando
observação número sete: “mas beto richa lidera as eleições ainda”
observação número oito: malditos russos!
observação número nove: um pão de queijo por favor
observação número dez: admiro os beneditos
observação número onze: 14:01
observação número doze: (dooooooooooooooze) “professor galdino professor galdino, quarenta e cinco zero vinte e um (bis)”
observação número treze: entra e sai entra e sai
observação número […] : o meu café simples acabou em poucos minutos de observações e isso também acaba por aqui.
Anúncios

Um comentário em “crônica sabor cafeína

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s